20/07/2017
Após áudio vazar, Eduardo Costa se explica nas redes sociais
Fonte da Notícia:
G1


O cantor Eduardo Costa, de 38 anos, admitiu nesta terça-feira (18) em vídeos publicados no seu perfil oficial no Instagram que foi ele quem gravou um áudio pedindo ajuda para adquirir uma casa em Capitólio (MG).
Costa explicou na rede social que a gravação foi feita há cerca de quatro anos e que fazia parte de uma negociação para divulgar um loteamento na região de Escarpas do Lago. O mineiro também pediu desculpas e disse que ficou triste com situação.
No áudio, que vazou e começou a ser compartilhado nas redes sociais, Eduardo Costa reclama da falta de apoio de prefeitos de Minas Gerais para comprar uma casa em um condomínio de luxo às margens da represa de Furnas. Ele argumenta dizendo que ganhou da prefeitura de Florianópolis e de uma construtora uma cobertura de frente para o mar.
A prefeitura da capital catarinense negou o fato e acionou a Justiça para que o sertanejo desse explicações sobre a afirmação do áudio.
-Esse áudio causou uma repercussão gigantesca porque dá impressão de que eu tô cobrando propina, ou alguma coisa parecida para poder morar na cidade. E a pessoa que me contactou para esse tipo de trabalho e ela queria me contratar. Eu não vou falar aqui o valor para eu fazer uma divulgação de um loteamento, na qual estariam na região todas as prefeituras envolvidas-, afirma o sertanejo em um dos vídeos nos quais se explica.
-A pessoa veio com esse papo para o meu lado e eu disse que eu faria o trabalho em troca de R$ 5 milhões ou R$ 6 milhões ou em troca de uma casa nesse valor pronta, porque eu cobro pelo meu trabalho, como qualquer pessoa cobra. Eu vivo do meu trabalho e, se alguém quiser me contratar, tem que me pagar-, continuou.
No áudio que vazou nas redes sociais Eduardo também fala do município de Capitólio, da falta de segurança e que não se sente valorizado pela prefeitura da cidade, pois a presença dele no local atrai turismo para a região. 
Eduardo Costa afirma que não sabe a razão pela qual o áudio foi divulgado, mas que a pessoa que compartilhou agiu de maldade. -A pessoa divulgou o áudio só com a parte que eu disse e não com o que ela disse-, afirmou.
-Mas se alguém quiser me contratar, seja prefeitura, seja loteamento, eu vou fazer de trabalho e cobro por isso, como qualquer trabalhador na minha profissão. Muitas pessoas têm falado besteira, me julgado sem ouvir os dois lados da história e eu fico muito triste com isso-, lamentou o cantor em outro vídeo.
Comentários
Mais Notícias
Instagram